Participe da pesquisa sobre sexo e drogas na comunidade LGBT

Átila Moreno*

Recentemente foi lançada a primeira pesquisa mundial sobre ChemSex (Sexo Químico – tradução livre) na comunidade LGBT.

O ChemSex está associado a uma prática sexual chamada party and play (PnP) ou high-and-horny (HnH). Ambas as siglas aparecem em muitos apps de pegação.

O comportamento consiste em usar vários tipos de drogas para estimular o sexo – geralmente feito em grupo – e, assim, transar por horas ou dias seguidos.

Mas, de acordo com a matéria do Gay Star News, muitas pessoas estão tomando drogas para assistir a vídeos pornográficos e para transas com um único parceiro.

Para entender essas mudanças e tendências, foi elaborado um levantamento que não tem o objetivo de ser científico. O propósito da iniciativa é estimular o debate sobre o tema e trazer orientação sobre o uso de drogas.

A pesquisa foi formulada em inglês e está aberta a todos, independente do gênero ou sexualidade.

Clique em QuimSex e participe!

*Átila Moreno é jornalista, com passagem pela TV Globo Minas, TV UFMG, Infoglobo e Universidade Corporativa do Transporte. É editor-chefe de conteúdo deste blog e escreve mensalmente para a Flsh-Mag.