%09%
O corpo que cai em mim
Não é mais o mesmo.
Ele transfigura armadilhas impostas.
Intercepta desejos que eram jogados até então...
Em zonas periféricas do meu existir.
Emancipa uma consciência galática
Que brota de dentro pra fora…
Ahh, esse corpo…
Não é mais uma senzala que aprisiona o sexo.
Monta-se e troca-se sozinho.
Desfila por lugares e outros corpos que lhe convém.
A partir do momento que o velho corpo se desfaz...
Ele dá lugar ao belo que há aqui.

Future Flesh

modelo Marcello Lennon
fotos João Maciel & Rafael Medina
direção criativa João Maciel & Rafael Medina
texto Átila Moreno